Rosas

por

Nazarethe Fonseca

 

 Todos os direitos reservados a Autora®

 

__Feche os olhos.__o amante sussurrou num pedido.

O aroma surgiu leve e a maceis das pétalas tocaram sua face numa carícia única. Orvalhada, a rosa deixou sobre a pele delicada da jovem um rastro perfumado e levemente úmido.

Dentro do silêncio só havia sua respiração, seu coração agitado. Mas também havia a consciência do desejo, o amor que dividiam, o toque suave das pétalas da rosa sobre seu pescoço e colo.Deslizava tão suavemente que mais parecia um sopro, a respiração do seu amante seguindo-lhe os movimentos.

Os laços foram desfeitos, a seda deslizou suave conduzida pelos espinhos. A nudez surgiu tentadora em curvas, traços e sinais.Mas somente foi tocada pela fragrância da rosa. As pétalas despertavam a pele que se arrepiava, levantavam leves tremores, trazendo ao rosto um misto de riso e gozo. As tremeram como se fossem se abrir.

__Por favor, não abra os olhos.__o amante pediu junto ao seu ouvido delicadamente, temendo quebrar o encanto do momento.

A jovem manteve os olhos fechados a contra gosto, enquanto ouvia impaciente o amante mover-se ao seu lado no leito. A caricia prosseguia e era uma tortura desejada, que despertava sentidos, sensações. Deixou-se ficar e tremer de desejo, enquanto a rosa a tocava, passeava por seu dorso, ventre...

__Deixe-me vê-lo__foi quase um soluço.__Não suporto mais...Preciso ver sua conhecer a face do homem que amo.__pediu ainda com os olhos fechados.

__Não.__foi a decisão.__Não quero que me tema.__o amante disse levando a rosa até seu rosto.

__Não posso temer a quem amo.__afirmou buscando-lhe a mão.

As mãos se encontraram e a impaciência da jovem detida com um beijo na palma delicada.

__Deixe-me viver em sua imaginação.Sou o que vê em seus sonhos mais secretos. Aquele que te protege e ama.__murmurava junto aos seus lábios.__Conhece minha face, meu corpo, meu desejo.__Deixe-me ser como esta rosa que a toca. Efêmero e único, suave e feroz.

Os espinhos tocaram a pele da jovem pela primeira vez com rudeza.Um gemido escapou de seus lábios e foi levado por um beijo. A gota de sangue escorregava de seu ombro quando lábios esfomeados a capturaram sobre o seio. A rosa caiu sobre o leito, a mão do vampiro cobriu os olhos da jovem mortal, enquanto a envolvi no abraço poderoso.

__Sinta são as rosas dançando ao som da brisa.__murmurava junto ao seu pescoço.__Deixe seus olhos se encheram com suas cores...Enquanto os pássaros sedentos de néctar buscam nas pétalas matar sua fome.__ele arquejou.__Pois somente delas sorvo doçura, sussurros e gemidos.

Os lábios pousaram sobre a pele delicada e os caninos perfuraram a carne com força. Seus braços agora eram muros em torno de um jardim, que se fechavam em torno de suas belezas, ocultando-as do mundo hostil. A jovem capitulou sob o beijo e quando abriu os olhos tudo que viu foi as pétalas rubras da rosa cobrindo sua face e cabelos.

 

:: Postado por Nazarethe Fonseca �s 00h51
::
:: Enviar esta mensagem

ankh

[ Perfil ]

Nazarethe Fonseca
Sou uma mulher, pois, assim o divino me destinou a ser. Estou em constante mudança, evolução e até mesmo sujeita a retroceder. Pois nesse corpo bate um coração, nessas veias corre sangue. E como um animal “consciente, falante, civilizado”, posso incorrer a enganos, atos impensados. Não me limitarei a dá qualidades, pois talvez somente eu as perceba. Citarei que acho mais obvio em minha natureza humana, feminina. Tento sempre ser positiva, otimista, sem parece hipócrita, amiga, segura, forte, persistente, grata, consciente, tolerante, paciente, sagaz, ter um propósito, ser movida pela fé, pela idéia de que a nossa volta existe algo mais que o vazio, o silencio ensurdecedor. Talvez isso não seja tudo, mas certamente é o que me ocorre a essa altura da vida. Pois nada pode ser perpetuo quando somos mortais.



[ Favoritos ]





.::ONDE ACHAR O LIVRO::.


SARAIVA

LIVRARIA CULTURA

TRAVESSA

.::MINHAS COMUNIDADES::.
ORKUT
BELTRANO
GAZZAG

Vestindo: Vestindo
Tempo: Tempo
Sentindo: Sentindo
Bebendo: Bebendo
Comendo: Comendo
Ouvindo: Ouvindo
Lendo: Lendo
Assistindo: Assistindo
Navegando:
Navegando
MSN: Falando com...

Links

:: Alma e Sangue, O Império dos Vampiros
:: Alma e Sangue, O Despertar do Vampiro

Votação

Dê uma nota para meu blog

:: INDIQUE ESSE BLOG

Arquivo do Blog

25/10/2009 a 31/10/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
03/12/2006 a 09/12/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
18/12/2005 a 24/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
08/08/2004 a 14/08/2004
18/07/2004 a 24/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004

Visitas


O que é isto?

Leia este blog no seu celular


cat

y

ac

s

 


angel

all

alwals



Créditos
Andréa Cândido
Toca Digital